Resenha - Anjo Mecânico

Autor(a): Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Número de páginas: 392
Avaliação: ☆  ☆  ☆  ☆  

Anjo mecânico apresenta o mundo que deu origem à série Os Instrumentos Mortais, sucesso de Cassandra Claire. Nesse primeiro volume, que se passa na Londres vitoriana, a protagonista Tessa Gray conhece o mundo dos Caçadores de Sombras quando precisa se mudar de Nova York para a Inglaterra depois da morte da tia. Quando chega para encontrar o irmão Nathaniel, seu único parente vivo, ela descobrirá que é dona de um poder que capaz de despertar uma guerra mortal entre os Nephilim e as máquinas do Magistrado, o novo comandante das forças do submundo.





Minha Opinião:

  Surpreendente! Anjo Mecânico já era desejado desde seu lançamento, mas só agora pude conferir esta obra de perto. Uma trilogia prequel de Instrumentos Mortais(IM) sendo está  As Peças Infernais, onde podemos conferir o mundo dos caçadores de sombras em uma Londres Vitoriana de 1878.
  Certamente muitos irão se perguntar; ainda não li IM, será que posso ler Anjo Mecânico primeiro? Não ficará confuso? Certamente Não, pode-se ler sem problemas, pois a autora deixa bem claro muitos pontos e isto não causara nenhum tipo de confusão.
   Tessa Gray é uma garota de 16 anos, órfã e que possui como família somente o irmão Nathaniel. Ao sair de Nova York em direção a Londres ela não imaginava o quanto sua vida iria mudar. Tessa é uma transformara, com poderes únicos, e um grande poder sempre desperta muitos interesses. O Magistrado é o maior interessado, mas com a ajuda dos Caçadores de Sombras, Tessa ira descobrir segredos, e lutar contra o mal.

   Em Anjo Mecânico conhecemos Willian Herondale e James Carstairs (Will e Jem), ambos se tornam peças essenciais na história, e juntos eles protegerão Tessa do Magistrado. Will muito nos lembra Jace de IM, com seu jeito sarcástico, humor alternado. Porem Will é muito mais fechado, sombrio, e possui segredos que nós deixa louca para descobrir. Haha. Há também Jem, ahh Jem. Um garoto gentil, humorado, calmo, muito diferente de Will. 
   Cassandra escreve magnificamente bem, seus personagens são bem construídos, todos de personalidades marcantes. Anjo Mecânico superou as expectativas. Um ponto diferente é o fato de Tessa fazer parte do Submundo e não uma Caçadora de Sombras como Clary de IM.  Outra figura marcante do livro é os autômatos, seres mecânicos criados para lutar e obedecer. O Livro possui uma boa dose de ação, um drama romântico. E Segredos, muitos segredos.
   O fim como de praxe me fez desejar fervorosamente o próximo volume; Príncipe Mecânico. Com lançamento previsto para este ano. 
Comentários
1 Comentários

Um comentário:

  1. Fran Borges16/01/2013 18:46

    Oi Gih, já ouvi falar muito da Cassandra, óbvio, mas ainda não li nada dela. Estou com o primeiro volumente de IM e quero ler antes do filme. Gostei muito da resenha e a história parece muito boa. Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir