Resenha - Qual seu Número?


Autor(a): Karyn Bosnak 
Editora: Novo Conceito
Número de páginas: 414
Avaliação: ☆  ☆  ☆  ☆  ☆ 


Delilah Darling tem quase 30 anos e já se relacionou com 19 rapazes. Sua vida sentimental não tem sido exatamente brilhante, pois todo cara que conhece parece fugir do relacionamento. Quando lê uma matéria no jornal em que a média de homens para uma mulher de 30 anos é de 10,5, fica desesperada e assustada por estar muito acima dela. Além de tudo, o artigo no jornal terminava falando que, se a mulher tivesse o número acima dessa média, seria impossível a pessoa certa. Na tentativa de não aumentar seu número e perder de vez a chance de se casar, Delilah sai à procura de seus antigos namorados e tenta reconquistá-los. Será que um deles estará disposto a esquecer o passado e começar uma linda história de amor? Qual Seu Número? revela os segredos de cada mulher e prova que, quando se trata de assuntos do coração, números são apenas uma fração de tempo.
Minha Opinião:

  Minhas expectativas em relação a “Qual seu número” eram altas. Julguei que trava-se  de um livro divertido bem estilo “mulherzinha”. O ponto positivo é que as expectativas foram sanadas! Yes! Eu adoreiii o livro.♥
   Delilah Darling está prestes há completar 30 anos e ainda encontra-se solteira. Isso não seria um problema tão grande se ela não fosse um tanto louca e fixada com a opinião dos outros. Após ler um artigo onde consta uma pesquisa dizendo que a média de homens que uma mulher deve “dormir” é 10,5. O desespero é completo, porque ela esta muito além da média! Delilah já transou com 19 homens (que logo se transformam em 20)! Isso mesmo ela é fácil! Haha. 
   Delilah tem uma ideia louca, para não aumenta sua listinha ela decide que não ira "dormir” com mais ninguém! Sua solução é embarcar em uma louca viagem atrás de seus ex`s, para uma possível segunda chance, afinal as pessoas mudam! Será que esta ideia vai dar certo? Uma coisa é certa! Situações constrangedoras, hilárias e divertidas estarão presentes neste percurso diferente. 
   Colin é o “investigador” particular de Delilah, e é um personagem tipo: “Ahhh, eu quero” Haha. Seu jeito, alegre, divertido, irônico, seu sotaque Irlandês em conjunto com o belo físico faz de Colin, O Cara. Husuasuah
   Dois personagens que também merecem destaques são o Avô de Delilah e Eva. O Vovô possui 75 anos de puro carisma. Ele também está a procura da garota especial que mereça seu coração, e que o faça fazer “bum”. Eva é ninguém menos que a cadela de Delilah. Own adoro cadelinhas *-*
“- Delilah, a vida está cheia de dor e beleza. É uma jornada, uma experiência de aprendizado. Você sempre foi uma garota que aprendeu fazendo, e não por meio de leitura ou escutando alguém falar. Não mude isso em você. Não mude agora. Você é jovem demais. - Já tenho quase 30 anos, vovô. Meu aniversário é daqui a duas semanas.- Não, você tem somente 30 anos. Bem, quase. Ouça o seu avô, que tem 75. Você ainda tem muito o que viver.”
   O livro possui 414 páginas e acredite a leitura flui de maneira incrível, fiz a leitura em cerca de 1 a 2 dias. A diagramação do livro é perfeita! Novo Conceito está de Parabéns! Nos começos dos capítulos há balões indicando recados na caixa postal de Delilah, mapa das cidades de acordo com o seu percurso. Suas listas estão presentes, e-mails, enfim. A obra está caprichada. Um charme!
   O livro é contado em primeira-pessoa por Delilah, como não poderia ser diferente, é claro. Ficamos sabendo de suas divagações e delírios, que não são poucos. Possui uma linguagem despojada e divertida, em um estilo completo de mulher adulta. Seus devaneios sobre as transas (e pênis) é hilário. 
  O final de certa forma surpreende, e quando o livro acaba, queremos mais e mais. *-*
   
E claro, não deixe de comentar. ^^
Me conte; já leu, não leu, quer ler. Me diga! Haha

Comentários
3 Comentários

3 comentários:

  1. Esse foi o melhor Chic Lit que eu li. Ri até dizer chega. Só não gostei do filme, pois o final que eu amei é diferente no filme.

    http://blogprefacio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Fran Borges06/03/2013 18:18

    Oi Gih! Já fiquei rindo aqui só com sua resenha que, por sinal adorei. Fiquei com vontade de ler. Parece daquelas histórias para você levantar o astral e relaxar. Vou adicionar a minha lista.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/2013/03/resenha-jogos-vorazes-de-suzanne-collins.html

    ResponderExcluir
  3. Nossa senhora, o quanto ri desse livro! É muito bom xD
    Tadinha dessa menina, sofre viu, passa cada uma que Nossa Senhora... Deu dó quando li, mas ri tanto!

    ResponderExcluir