Resenha Nacional: Ser Clara


Autor(a): Janaína Rico
Editora: Underworld
Número de páginas: 288
Avaliação: ☆  ☆  ☆  ☆ 



Clara é uma jovem brasiliense, de 27 anos, que está envolvida com os preparativos do casamento de sua melhor amiga, Laura. Durante a festa conhece um médico rico e famoso, o homem dos sonhos de qualquer mulher. Porém, acaba se envolvendo com um colega de adolescência. Mal sabe ela os obstáculos que viverá pela frente, tais como uma sogra desesperada e até mesmo tentativas de assassinato, até que consiga decidir o que quer da vida.
Trata-se de um livro de linguagem simples e atual, que descreve o cotidiano, os sonhos e as aventuras de uma mulher vivendo entre a realização de uma vida independente e o desejo de conhecer e viver um grande amor.
Clara, Laura, João Thomas, Léo são personagens que encontramos em nosso dia a dia, no trabalho, nos bares, nas festas. Um passeio pelos desejos e sonhos do imaginário feminino.



Minha Opinião:

  Já faz um bom tempo que eu estava afim de ler Ser Clara, e finalmente tive a oportunidade através do booktour que a autora organizou. Obrigada Janaína pela oportunidade! *-*
   Logo no início nos deparamos com Clara envolvida nos preparativos do casamento de sua melhor amiga Laura. Cada detalhe é de suma importância, afinal Clara tem que mostrar para todos o seu bom gosto. Enfim a comemoração chega e Clara conhece João Thomas, o lindo médico e rico amigo do Pedro, noivo de Laura.


“Percebi que os olhos dele eram verdes e iam, a cada minuto, se aproximando mais dos meus olhos pretos: quando dei por mim, estávamos trocando beijos apaixonados, regados a muito espumante e uísque.”


   João Thomas é o sonho de consumo de todas as mulheres, lindo, carinhoso, apaixonado e rico!  Clara percebe que ele pode ser o homem de sua vida! Após vários desencontros eles começam a namorar. 

   Mas no meio desta relação está Léo o amigo de escola de Clara, aquele que ela tem uma grande afinidade, um carinho sem tamanho. Entretanto, acontece algo que não deveria acontecer, Clara transa com Léo, este sendo a muito tempo apaixonado por ela. Uma confusão de sentimentos se inicia, ela não sabe a quem escolher.
   Clara é uma brasiliense de 27 anos, professora de português pessimamente remunerada, uma mulher extravagante que vive pendurada no cartão de crédito. Clara é hilária! Possui uma personalidade de mulher gostosa, daquelas que se acham a rainha da cocada preta. Haha. Eu particularmente não consegui conciliar a imagem de mulherão com o fato de ser professora, não sei porque, mas não me pareceu a mesma pessoa (seria o pré-conceito com o esteriótipo de professora?). Apesar de por vezes se achar, ela não é uma mulher metida, desta que sentimos um leve "argh", não, ela é divertida com tiradas engraçadas, um palavreado diferente dos vistos na literatura. Clara fala palavrão! Tipos: Foda-se, vai tomar no cú, puta que pariu, caralho, porra, vocês entenderam a essência da coisa, néh? Haha. Eu me diverti muito com Clara, pois é raro vermos palavrões de forma espontânea, eu curti. Hehe. Apesar da maneira explicita de Clara, as cenas de sexo não são descritivas. Tudo se resume a poucas palavras. 
"Quando cheguei à festa e dei uma olhada geral na mulherada, fiquei pensando em como Deus foi generoso comigo, dando-me o corpo que tenho. Você deve estar pensando que eu sou alguém desprezível de tão convencida, mas não tenho problemas em dizer isso. Não preciso gritar aos quatro cantos do mundo, mas também não preciso fingir para mim mesma que eu tenho problemas com o espelho."
   A capa explicita nos diz muito da personalidade da protagonista, eu gostei. A editora Underworld fez um bom trabalho com Ser Clara, o trabalho gráfico ficou muito bom, com detalhes no cabeçalho e no rodapé, um charme!
   Apesar de se tratar de um chick-lit e de tudo indicar ser um dramalhão na escolha entre dois homens, o livro vai além. O enredo trata relacionamentos abusivos, abusos alimentares e desigualdade social. Com personagens centrais e secundários muito bem construídos. Apesar da diversão existe também suspense e drama na história. Clara sofre ameaças e até tentativas de assassinato! E além de tudo tem que lidar com a sogra desesperada. 


“Estava eu no meio da minha análise da sala e tentando parar de pensar na calcinha estupradora, quando, de repente, desce das escadas uma mulher fabulosamente linda. Artificial, é verdade. Mas deslumbrante! Parecia ter saído direto da revista Caras.”

   Na conclusão, até eu fiquei um pouco em duvida sobre quem escolher(como sempre ¬¬), mas acertei meu palpite para o final. Final este que me deixou um pouco frustada, não em si pela decisão da personagem, mas sim pelo fato de ter ocorrido de forma acelerada, foi difícil acompanhar o raciocínio logico. E após a decisão da Clara, eu acho que deveria ter tido algumas páginas a mais para deixar tudo em pratos limpos, com o "não escolhido" e com a própria Clara, umas páginas com a opinião, os sentimentos dela em relação a tudo. Fora isso eu gostei bastante do livro!

Indico para quem procura um livro rápido e divertido, para os apaixonados por chick-lits. Um ótimo livro nacional ;)

Não deixe de Comentar! ^^



Comentários
14 Comentários

14 comentários:

  1. HA!!! Eu quero muito ler este livro. Li Apimentando e adorei, a Janaina faz milagres neh??? Os livros dela são ótimos!!!

    Adorei a resenha, só me deixou mais curiosa para ler.

    bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Como eu não posso negar eu gosto de um chick-lit então com certeza eu vou procurar esse livro e dar uma chance...
    pena que não posso ler por agora =(
    Adorei sua resenha =)

    Beijos,
    Carol e seus livros.

    ResponderExcluir
  3. Eu amei esse livro.É muito espontâneo,cheio de graça na medida certa *_*

    ResponderExcluir
  4. Eiei, ameei a resenha. Muito boa meesmo! hehe... ^^
    Estou loouca pra ler esse liivro, não é muito meu estilo, mas é sempre bom variar! rs
    Adoorei a Clara... me parece que ela é bem engraçada.. rs!
    Sinto que vou goostar muitoo dela! ;)
    torno a dizer q adoorei sua resenha! Parabéns!
    bjooos

    Tem resenha nova lá no blog, quer dar uma passadinha por lá?
    Desde já eu agradeço...
    -Ivie
    -Fallen in Me

    ResponderExcluir
  5. Tenho muita vontade de ler esse livro, tinha algumas dúvidas por causa dessa capa (que eu gostei, mas se eu aparecesse com isso em casa me matariam)mas acabaram minhas dúvidas, agora só falta o dinheiro né kkkkkk

    ResponderExcluir
  6. Oi Gisele!
    Não conhecia o livro, mas só pela resenha ja vi que vou gostar da protagonista...rsrs
    Adoro personagens com atributos diferente do que aestamos acostumadas a ler por ai.
    ótima resenha!
    Beijos
    Amanda
    leiturahot.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Eu adoro chick-lit e adoro autores nacionais, não tem como não gostar de chick-lits nacionais então. UHAUAHUA e essa capa é linda, já adorei a Clara, tô louca pra tentar imaginar esse mulherão falando palavrões e dando aula, já anotei como dica de leitura.

    Beijão
    Michelle Boyd
    Little Things

    ResponderExcluir
  8. Ah não tenho interesse nesse livro, não gosto de leituras com palavrões, podem achar bobagem, mas é o meu gosto.
    Achei a protagonista muito azuada, na verdade estou cansada de livros que tornam a personagem feminina tão caricata e quase sem cérebro...aff!
    Chick lit pode ter protagonistas mais centradas sem perder o humor.

    ResponderExcluir
  9. A capa é realmente muito bem trabalhada, eu adorei a sinopse e a estória parece ser bem gostosa de ler. Eu não conhecia a autora, adoraria ler este livro! Amei a resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Fofa essa história, bem boa. Mas pra mim o tipo de livro é complicado de ler, as vezes imbirro e não consigo gostar =/

    ResponderExcluir
  11. Oi Gih!

    Comecei a ler o gênero faz pouco tempo, mas me diverti muito. A história parece bem envolvente e com vários elementos interessantes. Não apenas o lado divertido, mas também algum mistério. Adorei a resenha.

    Beijos Fran Borges

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Ah, não consigo imaginar a história divertida tendo tantos palavrões assim. Pra mim, isso seria um ponto negativo do livro, junto com a capa. Acho que até o leria, pra formar uma opinião melhor, mas não tenho tanta vontade assim.

    ResponderExcluir
  13. Adoro livros nacionais, já conhecia alguns livros da autora e também já li algumas resenhas sobre "Ser Clara" não muitos positivas, não consegui me identificar com alguns personagens pelo que li, e a protagonista não me "cativou" agora estou em dúvida se leio ou não.

    ResponderExcluir