Resenha: Garotas de Vidro

Autor(a): Laurie Halse Anderson
Editora:  Novo Conceito
Número de páginas: 272
Avaliação: ☆ ☆ ☆ ☆ 

A verdade nem sempre é o que enxergamos

Lia está doente e sua obsessão pela magreza a deixa cada vez mais confusa entre a realidade e a mentira. Mas ela perde totalmente o controle quando recebe a notícia de que sua melhor amiga, Cassie, morreu sozinha em um quarto de motel. E o pior: Cassie ligou para Lia 33 vezes antes de morrer. O que começou como uma aposta entre duas amigas para ver quem ficaria mais magra tornou-se o maior pesadelo de duas adolescentes reféns de seus próprios corpos. Ao negar seu problema, Lia impõe a si mesma um regime cruel em que contar calorias não é o bastante. Ao omitir seu desespero, apela ao autoflagelo numa tentativa premeditada de aliviar seus tormentos. Seus pais e sua madrasta tentam ajudá-la a qualquer custo, mas nem mesmo sua doce irmã, Emma, consegue fazer com que Lia pare de se destruir. Agora, Lia precisa encontrar um modo de lidar com todos os seus fantasmas, e a morte de Cassie é um deles. Garotas de Vidro é uma história intoxicante sobre a autorrepugnância e a busca pela identidade. Neste livro, Laure Halse anderson aborda de modo realista a dolorosa condição de jovens que sofrem de transtornos alimentares e sua complicada relação com o espelho e consigo mesmos. 

Minha Opinião:

  Garotas de Vidro nos trás a vida de duas garotas que sofrem ou sofreram de transtornos - alimentares, como anorexia e bulimia.
  Cassie não foi feliz em sua busca por auto aceitação, após anos se castigando e procurando um padrão aceitável, seu corpo enfim se rende. Ela é encontrada morta em um quarto de motel, sozinha.
   Lia luta para estar no padrão que sua mente doente a impôs, se privar da alimentação já é algo comum para ela, a contagem de calorias ingeridas é feita de forma automática por sua mente treinada por anos. Hoje, ela se encontra seguindo sua vida de forma banal, tudo muda quando ela recebe a noticia que Cassie foi encontrada morta.
“- Você não está morta, mas também não está viva. Você é uma garota gelada, Lia-Lia, presa entre dois mundos. Você é um fantasma com um coração que bate. Logo você vai cruzar a fronteira e ficar comigo. Estou tão empolgada. Tenho tanta saudade.”
    Lia e Cassie foram amigas de infância e tinham muito em comum. Já na infância ambas se apoiavam para atingir o padrão de magreza aceitável por elas mesmas. Entretanto nunca satisfeitas, a busca pelo menor peso não tinha fim, mas o corpo humano não é projetado pela sobreviver a tantas restrições. O corpo de Cassie não suportou, mas Lia ainda se encontra nesta luta. Como forma de suportar seus sentimentos, Lia tem o hábito de se cortar, mas até quando?   
   Apesar da amizade de infância, chegou um momento na adolescência que elas se desentenderam, a amizade acabou, e após meses Cassie se foi. Mas laços fortes como esse não se rompe facilmente. Lia sofre pela morte da (ex)amiga, mas o fato mais perturbador é: Cassie ligou para ela trinta e três vezes, TRINTA E TRÊS VEZES! A vida de Lia vira um inferno. Como ela irá conseguir sair deste buraco fundo ao qual se encontra, seria mais fácil desistir e se encontrar com a amiga de infância, ou lutar por ser uma pessoa normal?
“Eu não deveria. Não posso. Não mereço. Sou uma gorda gigante e tenho nojo de mim mesma. Eu já ocupo espaço demais. Sou uma hipócrita feia e malvada. Sou um problema. Sou um lixo. Quero dormir e não acordar, mas não quero morrer. Quero comer como uma pessoa normal, mas preciso ver meus ossos ou vou me odiar ainda mais e poderia arrancar meu coração e tomar todos os comprimidos já fabricados na história.”
   Putz! Estou sem palavras para descrever o que eu achei desta leitura! É um livro intenso, forte, intrigante, inteligente, muiiiiiiito bem escrito, a narrativa da autora é o que mais chama à atenção, as descrições, as comparações, as metáforas, a mente de uma pessoa perturbada por algo tão comum quanto à comida!
   É um livro que não merece ser lido e sim degustado, avaliado, admirado. É um livro excelente, a autora é excelente, pois apesar do tema ser forte, real, a autora soube desenvolver da melhor maneira possível. Merece ser lido! Entretanto, creio que haverá pessoas que não irão se identificar, e demorarão a entrar na história. E como me perguntaram, a leitura é lenta? Na narrativa junto com o tema forte pode sim ser considerado lento, mas eu mergulhei na história e realmente devorei, pois eu queria saber mais e mais, saber como tudo iria terminar. Não é um livro para qualquer hora, ou passa tempo, se deseja algo leve e divertido passe longe, mas se esta afim de algo complexo e intrigante Garotas de Vidro é a indicação!

Comentários
17 Comentários

17 comentários:

  1. Adorei a resenha Gih! Perfeita! Tbm fiquei fascinada com a história de Lia, torci tanto para um final feliz! vc nem imagina.

    Realmente é um livro um tanto pesado. Merece se degustado como vc mesma disse. Eu particularmente adorei a leitura, mil coisas passaram pela minha cabeça. Um livro maravilhoso sem duvida!

    bjo^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Flor! *-*
      Sim é um livro para ser degustado, e passasse mil coisas na cabeça mesmo. Eu ameii!

      Bjs ^^

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Eu li esse livro! Gostei muito da história da Lia, mas acho que a narrativa da autora foi muito lenta e isso fez a leitura ficar cansativa pra mim, porém, os detalhes que a autora impõe na vida de Lia é muito assustador. Em tudo o livro é muito bom, eu adorei, mas a narrativa deixa a leitura muito cansativa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A narrativa da autora é meio "crua" pesada mesmo, e acho que depende muito do momento que fazemos a leitura do livro. Eu devorei por mergulhar na história, e para mim a narrativa foi o que mais me chamou a atenção. Mas tenho que muitos não serão agradados por ela. ;)

      Obrigada pelo coments ^^

      Excluir
  4. Tenho muita vontade de ler este livro e seu que vou me identificar com algumas coisas, apesar de não passar exatamente por isto. Acho que o tema deve ser falado mesmo, ainda mais de forma tão sensível, pé no chão e inteligente. Espero ler a oportunidade de ler Garotas de Vidro logo. Tenho excelente expectativa.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Torcendo para que vc possa se deliciar logo com Garotas de Vidro, mas mente aberta, pois vai encontrar um livro pesado, mas maravilhoso!

      Bjs ^^

      Excluir
  5. Oi Gih!

    Estou de volta. Concordo com tudo que falou. Eu adorei quando li e também não achei lento, pois fiquei absorvida com a história. É muito intenso e o leitor consegue sentir o sofrimento e a agonia da personagem. Ótima leitura e ótima resenha.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc voltou \o/ haha
      Exatamente, acho que o detalhe esta em o quando a história nos conquista, a partir daí devoramos o livro. Os sentimentos da personagem é muito realista. Obrigada flor!

      Bjs ^^

      Excluir
  6. Gosto muito de livros com mistério. Nunca me canso deles. Pela resenha, parece ser uma leitura muito boa, porém não muito leve.
    Me interessei.. ;]

    Beijos
    http://blogcatherinetorres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim é uma leitura muito boa, mas pesada.
      Espero que vc possa ler e gostar. ;)

      Bjs

      Excluir
  7. Apesar de eu achar a temática interessante (adoro livros com doenças) e da sua hiper recomendação ainda não consigo sentir vontade de ler esse livro. Acho que vou deixá-lo para outro momento.

    ResponderExcluir
  8. Eu estou em um conflito entre curiosidade e medo, não gosto de histórias assim, com drama e muito complexos, mas esse é um tema tão interessante que até penso em tentar uma leitura desse tipo. Mas como tenho coragem alguma isso deve demorar MUITO para acontecer kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  9. Não havia ouvido nada sobre o livro mas... EU PRECISO DELE, AGORA! Essa capa é maravilhosa e essa resenha me deixou louca de curiosidade @.@

    ResponderExcluir
  10. Ja tinha visto falar dele, mas nunca tinha lido resenha, acho que por isso eu nao sabia que ele tratava de um tema tao complexo como bulimia.
    Acho que me identificaria com o livro, gosto de livros com temas fortes.
    Se dependesse da sua resenha estaria com o livro em mãos agora.

    ResponderExcluir
  11. Sempre achei essa leitura forte e intensa!

    Bj!

    ResponderExcluir
  12. Eu devorei esse livro em dois dias. Por mais que você tente desgrudar, não consegue enquanto não termina a leitura. Ele é intenso e aborda um tema sério, e consegue prender o leitor de uma forma que não vi antes.
    Sem falar na forma como a autora narra o desenrolar dos fatos.
    Me apaixonei pela escrita da Laurie, e to morrendo de vontade de ler Fale!

    ResponderExcluir